Top 8 versões muito boas de músicas ruins

18 de Setembro de 2014

Música tem muito do momento, né? Tem as para dançar, as para sentir, as para cantar – quase gritando – em roda com a galera, para ouvir enquanto cozinha ou faz faxina, para motivar na hora da corrida, etc. Mesmo assim, a gente sabe que existem músicas muito boas (arranjo e composição) e outras, bem… nem tanto. Para fazerem tanto sucesso, é claro que algo elas tem, pois grudam como um Trident no aparelho fixo, mas a gente SABE que não são graaaandes músicas, né? Daí eu resolvi fazer um Top Top de músicas ruins que foram transformadas em versões bem agradáveis de se ouvir. Confere aí:

8. Jayesslee – Gangnam Style (original: PSY)
Janice e Sonia são um sucesso no YouTube com alto teor de meiguice e fofura em uma só dupla. Mas quem diria que elas conseguiriam fazer uma versão fofa para Gangnam Style?

heart

7. The Baseballs – Hot ‘n’ Cold (original: Katy Perry)
A versão de The Baseballs faz a gente se sentir o Marty McFly juntando os pais em 1955 numa festinha de high school. Tem até cover deles pro nosso chicletinho do Teló, Ai Se Eu Te Pego. E tem também cover de músicas não tão ruins, como o incrível feito de fazer Chasing Cars não ser uma música mela cueca.

heart

6. Coeur De Pirate – Umbrella (original: Rihanna feat. Jay Z)
Confesso: eu gosto dessa música. Mas não é o tipo de música que eu curto ouvir em casa, logo de manhã ou enquanto trabalho, por exemplo. Já a fofa da Béatrice Martin transformou o hit dançante da Riri em um conforto pros nossos corações em uma tarde chuvosa. Pega um chá de erva-cidreira, abre o Pinterest na categoria de decoração, faz coraçãozinho com a mão e enjoy!

heart

5. Ben l’Oncle Soul – I Kissed a Girl (original: Katy Perry)
E parece que a Katy Perry é uma das rainhas de músicas ruins com bons covers hahaha O Ben é bem conhecido por ter feito uma versão de Seven Nation Army nesse estilo soul e tem também uma versão de Barbie Girl, que é inacreditável haha

heart

4. Travis – Hit Me Baby One More Time (original: Britney Spears)
Eu nunca gostei da Britney. Já Travis é uma banda que nem conheço direito mas, depois desse cover, já considero pacas. :)

heart

3. The Lost Fingers – Pump Up The Jam (original: Technotronic)
Essa banda é demais! Curto muito os arranjos que eles fazem e o conceito “lost in the 80s”, repaginando clássicos dos anos 80. Essa é minha preferida, mas também tem versão pra Voyage,Voyage, Billie Jean, Careless Whisper e outras.

heart

2. Noah Guthrie – Sexy and I Know It (original: LMFAO)
Aí você olha e pensa: “hm, um garoto com seu violão” e nem imagina que vai ouvir essa versão INCRÍVEL de Sexy and I Know It. Virei fã! E fiquei impressionada em como eu não presto atenção na letra de músicas de festa, aliás, nem sabia que músicas tipo essa tinham uma letra. Não é que elas existem? O Noah quase foi TOP 1, mas daí…

heart

1. Versão Bossa Nova de Show das Poderosas (original: Anitta)
Isso é um verdadeiro milagre. Ouviria fácil várias vezes seguidas esse cover, coisa que não acontece com a música original. O trio Tiago Galdino, Caio Alves e Gabriela Albuquerque resolveu brincar e olha no que deu. Mereceu o primeiro lugar no meu Top Top.

heart

E vocês, o que acharam? Deixem nos comentários outros bons covers para músicas nem tão boas assim! Além das transformações, é ótimo para conhecer novas bandas. :)

Andrew Bird > Angry Birds

20 de Outubro de 2011

Andrew Bird é um músico e compositor norte-americano. Conheci através do meu namorado e amei! Ele tem influências mil de música clássica, música francesa, bluegrass americano, folk, indie e o que mais você achar que já foi feito de bom e junto pode ficar melhor ainda haha As músicas dele são muuuito ricas nos arranjos, com muitos instrumentos e coisinhas experimentais. Ele toca violino e dá um toque todo especial nas músicas.

Além de ser um magrelinho charmoso, as letras do Andrew também são muito boas. Nada de romancinhos, ele gosta de passar mensagens e usar palavras com significado exato do que ele está sentindo. Li que ele escolhe as palavras na hora de compôr baseado mais nisso, do que em como elas vão soar na frase, por isso dá pra perceber umas coisas bem diferentes.

As músicas que eu tenho aqui no mp3 player são do The Mysterious Production of Eggs, segundo álbum do Andrew, e todas as músicas são muito agradáveis de ouvir. Tem inclusive duas instrumentais que você ouve pela rua se sentindo dentro de um filme fofo.

Tentei fazer um Top Músicas pra colocar no post, mas foi difícil. Cada dia minha preferida do CD muda, e eu já não sei qual é a melhor. As versões ao vivo dele são mais viajonas e sempre muda algumas coisinhas do som de estúdio, então escolhi as que acho mais “gostáveis” para uma primeira impressão! hehe Acho que quem gosta de Beirut, vai gostar também do Andrew.

Andrew Bird – A Nervous Tic Motion of the Head to the Left

Andrew Bird – Measuring Cups

Andrew Bird – Skin is, My

E aí, o que acharam? É bom ou não é?

Top 5 Musician Crush

24 de Maio de 2009

Eu já tive meu momento Dedé Santana crush, e admiti isso aqui. Agora é a vez de admitir quedas musicais por vocalistas fofos, sexy, estiloso ou lindo por natureza. Tenho certeza que dessa vez, vou ter acompanhantes pros babadores! Se não, me contem quais são os musos sonoros de vocês! Depois de um tempo, voltamos com os Top’s: Top 5 Musician Crush!

Top 5 – Chris Cornell

chris

Típico caso que só é bonito pela combinação estilo + atitude. Porque olhando bem as fotos, ele não é boniiiito, né? Chris é ex-Soundgarden e ex-Audioslave. Agora ele tá em carreira solo, sabe-se lá porquê, já que as duas bandas anteriores eram super legais. De castigo por isso, fica em 5º lugar.

Top 4 – Rivers Cuomo

weezer

Porque essa lista precisava de um símbolo nerd, e o vocalista do Weezer é a pessoa certa pra ocupar esse lugar. De bigode, de óculos, com os Muppets ou nos anos 60. Ele é o típico fofo que você precisa ter, nem que seja como amigo.

Top 3 – Elvis

elvis

Quem foi rei nunca perde a majestade! hahaha Péssima essa, eu sei, mas eu tinha que fazer alguma coisa pra amenizar o clima afinal, er… Elvis morreu. E eu sei que dizem que não, mas temos que parar de ver Tv Globinho e enfrentar a realidade. Ele era lindo mesmo com boquinha de gordo e um topete que o impediria de entrar no ônibus. Elvis é o único homem “limpinho” e com cara de bundinha de nenê que eu acho bonitaço.

Top 2 – Jason Kay

jamiroquai

Eu seria uma pessoa mais feliz se tivesse o sr. Jamiroquai dançando na minha sala enquanto os móveis de movem. Eu adoraria tropeçar em chapéus malucos e gigantes dentro de casa, só por causa dele. Sério, olhem esses olhinhos pequenos e puxadinhos dizendo “tá, fala logo que tô com sono” haha

Top 1 – Anthony Kiedis

anthony

Mamãe, quero casar com Anthony Kiedis. Ele é lindo, estiloso, tem pancinha malhada, presença de palco e ainda cabelo bom. Prefiro loiro, mas como resistir a essa foto perfeita? Olhando assim a gente até se convence que ele é uma pessoa normal, sem maluquices. Mas Anthony Kiedis é bom com maluquices também! Aiai…

Viaje neste Carnaval com Jorge Ben Jor

16 de Fevereiro de 2009

Ouça A Tábua de Esmeralda. Sério, eu já falei aqui no blog o quanto eu gosto de Jorge Ben Jor e tal, mas tem algumas letras que fazem você sair do corpo e ir comprar uma coxinha de galinha enquanto pensa seriamente que nós não somos os primeiros seres terrestres, pois nós herdamos uma herança cósmica. Sabe?

O destaque do CD vai para… O Homem da Gravata Florida. Saca só:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Pra cantar junto:
Lá vem o homem da gravata florida
Meu deus do céu… que gravata mais linda
Que gravata sensacional
Olha os detalhes da gravata

Que combinação de cores
Que perfeição tropical
Olha que rosa lindo
Azul turquesa se desfolhando
Sob os singelos cravos

E as margaridas, margaridas
De amores com jasmim
Isso não é só uma gravata
Essa gravata é o relatório
De harmonia de coisas belas
É um jardim suspenso
Dependurado no pescoço
De um homem simpático e feliz
Feliz, feliz porque… com aquela gravata

Qualquer homem feio, qualquer homem feio
Vira príncipe, simpático, simpático, simpático
Porque… com aquela gravata
Ele é esperado e bem chegado
É adorado em qualquer lugar
Por onde ele passa nascem flores e amores
Com uma gravata florida singela
Como essa, linda de viver
Até eu, até eu, até eu, até eu, até eu,…

Diante disto, fica claro que:

a) Jorge estava sentado de pernas de índio no meio da grama olhando pro céu e concluiu que, além dos alquimistas estarem chegando, era preciso criar uma música completamente original. Algo que nunca ninguém havia pensando. Ele poderia falar sobre… sobre uma… uma gravata! Isso, gravata! Se existe algo que pode ser descrito eternamente, definitivamente é uma gravata!

b) Jorge cresceu com um grande trauma por ter visto a Cinderella no continuous play quando era pequeno, pois sua mãe não fazia nada além de pentear os unicórnios do quintal. Para extravazar e jogar tudo pro ar, ele pensa em criar uma versão masculina da história. Se existe algo que pode substituir o sapatinho de cristal e mudar a aparência de alguém, definitivamente é uma gravata!

c) Jorge quis simplesmente homenagear Paracelso, um grande alquimista que teve uma vida difícil por ser baixinho, gago, corcunda, e ter o pinto arrancado por um porco. Se existe algo que deixava Paracelso feliz e esperançoso, definitivamente era uma gravata!

d) Jorge testa sua poção mágica de alquimia que combina pela primeira vez Sonrisal Limão + Maconha + Toddynho enquanto tenta compôr uma nova música.

Acreditem, uma delas é verdadeira. E não é a última.

Gostaram da viagem? haha

Me gusta

2 de Dezembror de 2008

Há um tempo, eu tinha grande implicância com a língua espanhola. Acho que muito se deve à rapidez com que os latinos e espanhóis falam, e mesmo sendo parecido com o português, metade das palavras fica pra trás, restando apenas uma grande cara de: :neutral:

Mas a Terra gira e eu passei a gostar, principalmente, de músicas em espanhol. Cada banda de um lugar, mas unidos pela língua. Hoje o post vai para os chicos de mi mp3zito. Vou tentar fazer por ordem cronológica e no mostre mais colocar um vídeo.

Buena Vista Social Club

Ao contrário do que parece, Buena Vista Social Club não é uma banda. Não! Esse era o nome de um clube de dança de Havana onde os músicos cubanos se reuniam pra tocar salsa na década de 40. Foi só em 1996 que um produtor musical resolveu gravar um CD com todos aqueles músicos vanguardistas que costumavam frequentar o antigo clube, já fechado há 40 anos. E então surgiu o sucesso da banda que nunca existiu! Em 1999, o diretor Wim Wenders fez um documentário magnífico mostrando a vida simplória dos músicos, das pessoas de Cuba e duas apresentações do grupo, na Holanda e em Nova York. Acho que não existe música ruim, mas recomendo: Amor verdadero, Chan Chan, Candela, De Camino a la Vereda e Pueblo Nuevo.

Gipsy Kings

Grupo de ciganos espanhóis que se formou na França. O ritmo é rumba flamenca e eles emplacaram com as músicas mega famosas Bamboleo e Djobi Djoba, e a versão flamenca de Volare. Acho muito divertido e ainda indico a versão “rumbada” de Hotel California e a música El Mariachi Desperado.

Los Nocheros

Los Nocheros é um grupo argentino de música folclórica. Conheci a música deles na apresentação de dança de um amigo meu, viciei de cara na La Descreída. Acho que o que pega é o sangue castelhano que é forte aqui no RS. Também indico La Yapa, La chacarera del rancho e Un Poquito de Celos.

Maná

Banda mexicana que ficou conhecida com a música Vivir Sin Aire, que virou música tema do casal Clara e Rafaela na novela Mulheres Apaixonadas (que tá reprisando no Vale a Pena Ver de Novo, inclusive). Recentemente eles tiveram no Brasil fazendo shows e lançando o novo álbum, Arde el Cielo, que honestamente, não é o mais legal. Minhas músicas preferidas: Labios Compartidos e Oye Mi Amor. Também gosto muito de Rayando El Sol, Clavado En Un Bar, Hechicera, En el Muelle de San Blas e Perdido En Un Barco.

Manu Chao

Mano Chao é um músico francês que canta em inglês, francês e, tcharã! Espanhol! Durante um bom tempinho em que viveu na América do Sul viajando apenas com seu violão, Manu Chao lançou o CD Clandestino e fez muito sucesso aqui no Brasil com a música Desaparecido. Eu acho esse CD perfeito, gosto de todas as músicas, então indico ele todo! ^^

Juanes

Descobri o Juanes quando trabalhava com duas colegas que eram fãs dele. A gente ouvia Juanes a tarde inteira, então posso dizer que ele me desceu goela abaixo hahaha Aqui no Brasil, não fez muito sucesso. A música mais conhecida, Para Tu Amor, tocou na novela Páginas da Vida e era tema da personagem da Grazi. Casualmente, essa é uma das músicas que menos gosto dele, porque prefiro mesmo as agitadonas como A Dios Le Pido, Damelo, Luna, Mala Gente e Camisa Negra. O colombiano é bem moderninho e gato. Praticamente um Ricky Martin muito melhor e mais atual. Como se não bastasse, abocanhou vários prêmios principais do Grammy Latino desse ano.

Além da banda Inmigrantes que eu comentei AQUI. Também gosto da Shakira (especialmente do CD Laundry Service ^^) e do Alejandro Sanz, e dos dois juntos! haha A mais recente descoberta ardente é a trilha sonora de Vicky Cristina Barcelona, pela qual me apaixonei loucamente. Quem quiser – mesmo sem ter visto o filme ainda – pode baixar as onze canções com violão espanhol cheias de sensualidade AQUI.

Página 1 de 3123