Sessão Pipoca pré-Natal

22 de Dezembror de 2010

Sim, eu estou muito atrasada. Mas antes tarde do que nunca. Ou melhor, antes tarde mas sempre antes do Oscar! hehe


Uma Lição de Amor ★★★★☆
I Am Sam

Único dos filmes da listinha de hoje que eu vi em casa! hehe O filme é muuuuito fofo, com a Dakota Fanning pequeninha e o Sean Penn como deficiente mental queridinho, o que vocês acham que podem esperar? Muita choradeira né? hahaha Agora saca só, o personagem do Sean Penn, Sam, é mega fã de Beatles e a trilha sonora inteirinha do filme é de músicas deles interpretadas por outros cantores. Demais! A história é super lindinha e tem questões super complicadas, pois é bastante humano e real. Eu me surpreendi bastante com o final. E tipo assim, acho que o Sean Penn é o melhor ator do mundo! *-*


A Origem ★★★★☆
Inception

É velho, mas eu vi no cinema quando tava passando, tá? hahaha Com todo o vuco-vuco por causa do filme, a expectativa de que seria um novo Matrix (eca!), meu lindo e talentoso Leo DiCaprio e tudo mais, só digo uma coisa: cena GENIAL. *nadamaismelembro* Mentira, lembro sim. Mas dessa cena nunca esquecerei: idéia incrível, gravidade zero e sequência muito boa. O filme todo é muito legal. Arrisco dizer que foi o destaque do ano em termos de filmes que deram o que falar e também em termos de grandes produções. Eu achei que a trama toda seria muito mais confusa, mas é bem tranqüilo de entender os níveis de consciência e depois passa a ser muito divertido de acompanhar sabendo isso.


Escritor Fantasma ★★★★☆
Ghostweiter

Demorei tanto pra escrever sobre esse filme que ele já tá nas locadoras! hahaha Great! Bom, eu sou fã de Polanski e achei esse um dos melhores filmes dele, junto com O Pianista, O Bebê de Rosemary e A Dança dos Vampiros. Com o passar do tempo (e também pela escolha de papéis nos filmes), eu tenho cada vez gostado mais do Ewan McGregor, e nesse filme ele tá incrível. O roteiro também é muito bom, é um suspense que prende mesmo, tem várias reviravoltas (adoro!) e o final eu adorei. Uma pitadinha de humor, que eu sei que o Polanski gosta. =) Vale a pena conferir.


Você Vai Conhecer o Homem dos Seus Sonhos ★★☆☆☆
You Will Meet a Tall Dark Stranger

Ok, esse vai ser um comentário duro. Eu sou fã de Woody Allen e tal, mas preciso ser honesta, certo? O filme é bem caidinho. Tirando uma situação que outra, não tem nada de engraçado. E fala sério, até os dramas do Woody são engraçados! Fora isso, achei todas as histórias extremamente previsíveis, e a moral toda meio mastigada. Nada de muito novo, nada que a gente já não tenha pensado antes em algum momento da vida. Talvez o grande lance seja bem maior, seja exatamente brincar com a previsão de uma vidente charlatã e previsibilidade de algumas situações corriqueiras na vida de muita gente: se apaixonar pela vizinha gostosa, se apaixonar pelo chefe, se apaixonar por uma mulher mais nova… Enfim, não empolgou, não marcou e, embora eu tenha achado fofo o Whatever Works ano passado, prefiria o caminho que o Woody Allen estava tomando quando engrenou O Sonho de Cassandra e Vicky Cristina Barcelona (AMO!).


A Rede Social ★★★☆☆

The Social Network
O mais novo queridinho do cinema. Não sei se é porque é a primeira vez que um projeto exclusivamente de internet é tratado com grande importância e vira um filme, ou se porque esse ano não tivemos grandes coisas nas telonas. Fato é que A Rede Social está com várias indicações ao Globo de Ouro, e possivelmente no futuro Oscar também. A história em si é incrível. Quando as pessoas vão entender que podem muito mais na internet do que simplesmente criar um Twitter e um site pra sua empresa? Quando vão entender que elas podem simplesmente criar uma empresa dentro da internet. Criar O Twitter. Como filme, achei meio sem graça. Vamos combinar que é meio parado e não acontece nada de muito surpreendente. É apenas a vida. Mesmo assim, é legal e, como disse, acho interessante que se tenha dado tanta importância ao mundo virtual. Tava na hora, né? Só pra constar, uma curiosidade… Vocês sabiam que os gêmeos Winklevoss de A Rede Social são interpretados pelo mesmo ator? Achei muito incrível porque em algum momento do filme eu até chegar a pensar “mas acho que eles nem são gêmeos idênticos…” HAHAHA

Olha o Filme!

Olha o Filme!

Quem me acompanha no Twitter já deve saber, mas eu voltei a atualizar um outro Twitter meu chamado @olhaofilme! É um projeto que eu criei para manter os seguidores sempre ligados nos filmes que estão passando na TV aberta e fechada. Eu sempre aviso dos filmes bem pertinho deles começarem, tipo 5 ou 10 minutos antes, que é para aqueles momentos que você tá de bobeira pelo Twitter e é avisado que tem um filme legal pra começar! A grade de filmes é grande, mas eu aviso só aqueles que considero que valem a pena, ou uns blockbusters que muita gente gostaria de conferir, tipo Harry Potter, Crepúsculo, Homem de Ferro, etc. Mas na maioria das vezes é a minha opinião pessoal, então se vocês curtem a Sessão Pipoca, já sabem mais ou menos o que eu gosto e o que não gosto! Eventualmente também posto umas notícias e curiosidades de cinema. Fiquem antenados no Olha o Filme! ;)

Promoção Desenrola – Pré-estréia + Elenco do filme!

26 de Setembro de 2010

Desenrola

Eu comentei aqui sobre o Desenrola e avisei que ia rolar uma promoção bem legal dele aqui no blog. Pois então, a novidade é que o filme vai estar nos cinemas em Janeiro, maaaas… se você é leitor do Bruberries.com e mora nas cidades de São Paulo ou do Rio de Janeiro poderá conferir o filme em primeira mão em sessões exclusivas!

Isso mesmo! O Bruberries em parceria com o Núcleo da Idéia vai sortear aqui no blog 6 pares de ingressos para a pré estréia do Desenrola que acontecerá dia 5 de Outubro (São Paulo) e dia 6 de Outubro (Rio de Janeiro). Além disso, você poderá conhecer de pertinho o elenco do filme! Não vai querer perder, né?

É só preencher o formulário referente à sua cidade e torcer!

A promoção encerra no dia 29 de setembro!

Promoção encerrada! Confira agora os vencedores:

São Paulo

Resultado-São-Paulo

Rio de Janeiro

Resultado-Rio-de-Janeiro

Parabéns aos ganhadores! Já enviei um e-mail para vocês com mais informações! E pra quem não foi sorteado ou não pode participar dessa vez, não desanime! Em breve teremos mais uma promoção aqui no Bruberries.com!!!

Sessão Pipoca com feriado Farroupilha!

16 de Setembro de 2010


Beleza Americana ★★★★★
American Beauty

Um ganhador de Oscar e eu nunca tinha visto. Shame on me! Embora já tivesse lido sem querer uma vez sobre o final, amei o filme e tudo sobre ele. Trilha, diálogos, os conceitos, as ironias… o personagem do Kevin Spacey é simplesmente perfeito pra ele e a guinada que Lester dá durante o filme é sutil e incrível! Fora que eu me identifiquei muito com o personagem Ricky Fitts que gosta de coisas simples. Eu vejo beleza nas coisas mais simples possíveis, e a cena da sacola traduz muito bem isso. Entrou pra minha lista de filmes favoritos fácil!


O Segredo dos Seus Olhos ★★★★½
El Secreto de sus Ojos

Esse filme tem uma história muito engraçada. Ano passado eu vi o trailer no Cinema e me chamou a atenção ser um filme com o Ricardo Darín (ADORO!), mas a impressão que tive era de que o filme era uma bomba! Alguns meses depois, bang! Não é que o filme ganha o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro? Fiquei surpresa e achei que devia ter me enganado redondamente. Dito e feito! O filme é um suspense muito bom com várias questões filosóficas e um romance paralelo muito lindo. O final é bem intrigante e te deixa pensando muito depois de terminar os créditos.

Quando Me Apaixono ★★★½☆
Then She Found Me

Filme dirigido, co-produzido e estrelado pela Helen Hunt. Eu adoro ela, adorava Mad About You e achei muito interessante ela ter dirigido um filme! É bem do estilo que eu gosto, com algumas questões existenciais debaixo de um pano de fundo de uma historinha meio clichê. O Colin Firth tá muito fofo e engraçado, a Bette Midler tá linda e maravilhosa, o Matthew Broderick é muito estranho porque ele tem a mesma cara de Save Ferris pra sempre mas tá velho e a Helen Hunt tá Helen Hunt, porém com ruguinhas. Achei o final meio tchaca tchaca, mas o filme como um todo bem fofo. Fora que eu adoro essas histórias onde a personagem principal tem a vida toda destruída para mudar tudo, como em aquele filme Sob o Sol de Toscana! Acho muito legal ver a pessoa ter uma reviravolta pessoal e para recomeçar do zero! Acho que dá um ânimo a quem assiste, vale a pena.

*Combo de animações*

Toy Story 3 ★★★☆☆
Toy Story 3

Tá, eu sou um monstro. Eu não chorei no final, ok? EU NÃO CHOREI! Eu já fui pro cinema pensando: “então o garoto cresceu e vai se desfazer dos brinquedos. Fato. That’s real life.” E meio que me isentei de sentimentos. Também não achei o filme tããão bom assim! Claro que é fofo! É uma animação com vários brinquedos clássicos dos anos 90, pô! E eles falam e são cheios de carinhos pelo dono. Fora que a Pixar anda apelando horrores e aquela introdução repassando os primeiros anos do Woody com câmera caseira já é arrasadora. E o filme nem começou ainda! haha Mas perto das animações mais recentes como Up e Wall-E, Toy Story apenas tem seu valor sentimental, mas não considero que seja um baita filme e que esse terceiro tenha se superado e tido tanto destaque quanto os comentários que vi por aí.

Shrek Para Sempre ★★☆☆☆
Shrek Forever After

Tá, eu acho que já chega de Shrek. Eu amo o primeiro filme, já vi milhões de vezes, acho que é tudo muito engraçado, a grande paródia de todos os contos de fada e tudo mais. No segundo, legal, uma continuação envolvendo mais uns personagens conhecidos e fazendo brincadeiras. O terceiro? Já era pra gastar as idéias e aí ainda vem um quarto filme! Sei lá, acho desnecessário. O melhor desse último é, sem dúvidas, o Gato de Botas. Ele é engraçado em todas as cenas! E destaque total pro gurizinho gordinho que fica falando “do the roar” (“faça o rugido!”) com olhar estático e uma voz mega grave hahahaha É muito engraçado!


Meu Malvado Favorito ★★½☆☆
Despicable Me

Achei que ia ser bem infantil e como roteiro até que é mesmo, mas tem umas piadinhas de humor negro muito boas, rápidas e frequentes. Além disso, o Gru, vilão protagonista, é muito simpático e a Agnes é uma apelação ambulante! Mega, mega, mega fofinha! Os bichinhos amarelinhos, os Minions, também são muito legais e ficam interagindo com o telespectador por um tempão mesmo depois que o filme acaba. O fato das meninas serem órfãs é meio apelativo demais, mas mesmo assim passa batido no filme divertidinho pra crianças e adultos. Queria ter visto legendado porque quem faz a voz do Gru é o Steve Carrel, mas acho que aqui no Brasil só veio dublado mesmo! =(

Meu Nome Não é Johnny ★★★☆☆
Meu Nome Não é Johnny

Adoro filmes com o Selton Mello, e com esse não poderia ser diferente. Muito bem feito, produzido e Selton numa atuação incrível. O roteiro em si (eu SEI que é uma história real, tá?) achei meio fraco. Sei lá, é o tipo da coisa que eu não acharia que vale a pena fazer um filme inteiro sobre, sabe? Mas é interessante, principalmente porque se trata de um cara com dinheiro da classe média carioca que começa a traficar, e isso é bastante comum. Mesmo assim, o cara era querido por todos e até no filme não tem como não gostar dele. Cleo Pires tá bem linda, apesar de achar ela meio insossa e não gostar do jeito que ela fala hahaha

E falando de filme brasileiro…

Vocês já ouviram falar do Desenrola, filme que estréia no comecinho do ano que vem? Eu já tinha visto a sinopse, o elenco e o site enquanto o filme tava sendo produzido, mas agora saiu o trailer também e em breve terá uma promoção super bacana do filme por aqui!

Nada daquele esquema Malhação onde os alunos fazem perguntas na aula e tomam suco em festas. O Desenrola parece ser um filme brasileiro bastante maduro que está chegando para fazer um papel muito importante pros adolescentes de hoje: desmistificar o sexo para quem está começando. Porque as revistas teen estão mais preocupadas em falar de Justin Bieber, e os pais nunca tiveram coragem de compartilhar suas experiências de forma franca afim de ajudar a tirar toda essa pressão que é causada na primeira vez. Até mesmo os amigos dão aquela mentidinha pra não parecerem normais quando você quer tirar dúvida, e aí o que resta pra quem está cheio de minhoca na cabeça?

Fica a dica então pra esperar pelo filme que, apesar de ter uma abordagem adolescente, traz uma discussão já manjada mas de maneira bem honesta e divertida. Tenho certeza de que muita gente vai sair do cinema achando mais natural falar sobre a sua primeira vez! Quer dar uma espiadinha e conhecer mais sobre o filme? Visita o site oficial do Desenrola!

Sessão Pipoca com chocolate quente

23 de Maio de 2010

Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Sexo (Mas Tinha Medo de Perguntar)
Everything You Always Wanted to Know About Sex (But Were Afraid to Ask)

Um Woody Allen clássico! São sete curtas baseados em capítulos do livro de David Reuben, um psiquiatra especialista em sexo, mas totalmente voltados para o humor. E um humor incrível! Os capítulos são sempre perguntas curiosas sobre sexo, como “Afrodisíacos funcionam?” e a história é a explicação. As viagens de Allen vão desde um doutor que se apaixona por ovelhas até a humanização de todo o corpo humano na hora do orgasmo (que é o MELHOR dos capítulos).

Homem de Ferro 2 ★★★☆☆
Iron Man 2

O filme é mediano. O primeiro dá de 10 a zero, mas digamos que é aquele caso necessário para que o Tony Stark evoluisse alguns passos para enfim entrar para Os Vingadores algum dia. Como todo mundo sabe, ele é egocêntrico e pelo primeiro filme jamais cogitaria trabalhar em equipe, e esse filme é um intermédio pra ele repensar sobre isso e tal. O filme é TODO pra isso. E é claro que tem piadinhas boas, o Robert Downey Jr. sempre perfeito para o papel, é aquela coisa. Uma coisa que me impressionou foi como a Scarlett Johansson estava expressiva e dinâmica nesse filme… NOT! Ela e uma boneca dá no mesmo. Scarlett Tédio Johansson, sem nenhuma novidade. Mas falando sério agora, o que me impressionou foi como Gwyneth Paltrow tá velha! Gente, ela tava fofíssima no primeiro filme, e nesse ela tá mega sem graça. Fora que o romancinho deles ficou sem graça também, muito ajeitadinho. Preferia aquelas indiretas e tensãozinha de antes.

Amor à Queima-Roupa ★★★★½
True Romance

Ninguém me deu um Tarantino ainda. Meu aniversário é em julho, fica a dica. Esse filme tem o roteiro dele, mas foi dirigido por Tony Scott, o cara do Top Gun. Mas o filme é legal mesmo pelo roteiro. Imagine coraçõezinhos no lugar dos meus olhos nesse momento. A história é, pasme, uma história de amor! Christian Slater, no auge (e único momento) de sua beleza e Patricia Arquette sendo uma Courtney Love não tão junkie. E o mais incrível, embora tenha uma trama policial e muita gente se mate o tempo todo, continua sendo uma história de amor. E ela é muito lindinha, eu amei! Fico imaginando se o filme tivesse sido dirigido pelo próprio Tarantino. Talvez o romancinho fosse amenizado, mas algumas cenas seriam muito mais legais! Enfim, achei melhor do que Cães de Aluguel, e agora prevejo pessoas me xingando em 3… 2… 1…

Atenção pras botas do figurinho da Alabama! Muito lindas e super na moda! haha

Robin Hood ★★½☆☆
Robin Hood

Não é o bicho. Fui esperando um mega filme com Russell Crowe, porque ele não se mete em porcaria, mas é apenas um filme bem feito de aventura. Uma coisa que atrapalhou foi a imagem que eu tinha do Robin Hood já na floresta. O filme é sobre a origem dele, então essa parte da floresta é tipo… o final! Dando um grande gancho pra continuação, mas não acredito que ela saia porque o filme não empolga muito pra isso. Os cenários são muito bem trabalhados e compostos, mas achei muito repetitivo. A história é linear, e depois de ver o filme você consegue resumir em poucas palavras tudo. Não gosto dessa sensação, de que o filme teve 10 minutos arrastados em 2 horas. Sem contar que a Cate Blanchett nunca vai me convencer, essa mulher nasceu com cara de velha!

Na Natureza Selvagem ★★★★½
Into The Wild

Esse é aquele típico filme que a gente sabe que vai mexer com a gente de alguma forma. Primeiro porque é uma história real, e a veridicidade dos fatos sempre nos comove mais. Segundo porque a trilha é toda composta e tocada pelo Eddie Vedder, e quem conhece o cara sabe que ele traz uma intensidade absurda com ele. Terceiro que quem viu Alpha Dog e Milk sabe do que o Emile Hirsch é capaz de fazer. Mas óbvio que o guri, que é só um ano mais velho do que eu, destrói mesmo é nesse filme. Enfim, só vendo pra saber… Na minha opinião, não é um filme que incentiva você a sair por aí com uma mochila nas costas descobrindo o mundo de forma livre. Não. É uma história sobre utopia, frustrações, decepções, expectativas, relações humanas, solidão e auto conhecimento. Porque o que eu tirei disso tudo é que a viagem que o Chris fez foi muito mais significativa do que os 5 meses que ele passou sozinho no Alasca. O Alasca foi uma coisa burra, mas que ele precisava provar pra si mesmo que conseguiria. Mas as pessoas que ele conheceu, as experiências que teve durante o resto dos 2 anos que passou mochilando, foram muito mais importantes pra vida dele e ensinaram muito mais do que viver uma vida solitária com o que a natureza pode oferecer ao homem.

Amigas com Dinheiro ★☆☆☆☆
Friends with Money

Muito ruim. Muito, muito ruim. A vida de quatro frustradas, sendo que três delas pertencem à classe média alta. Era pra mostrar que rico também tem problemas, principalmente traçando uma comparação direta com a personagem da Jennifer Aniston, que é a amiga doméstica. Sei lá, achei fraco, depressivo e os diálogos super vazios. Sabe quando você CANSA das discussões? O filme é todo assim… aquelas briguinhas de marido e mulher, implicâncias, aff.. MUITO RUIM!

Sessão Pipoca com Cookies

20 de Outubro de 2009

Falando Grego ★½☆☆☆
(My Life In Ruins)

Eu sei porque eu fui ver esse filme. Já tinha visto todos os outros que estavam em cartaz e queria comer a pipoca. Não, eu achei que teria o nível fofo e engraçadinho de Casamento Grego. Mas não tem. A atriz é fofa e engraçadinha, mas o filme é super raso e cheio dos clichês. Sério, péssimo! A intenção é boa, uma crítica aos guias de turismo que exploram os turistas e acabam deixando a cidade apenas como um pano de fundo. Ah, vale citar Alexis Georgoulis, que faz o motorista gato. É óbvio o que vai acontecer com ele, mas o resultado vale a pena haha

A Verdade Nua e Crua ★★½☆☆
(The Ugly Truth)

Pra quem gosta de Guerra dos Sexos, ótimo. Para outros, Rei Leônidas vem ni mim! =P Lembrem da minha lista de homens sujos e de barba e vocês vão saber o que achei do filme haha No mais, a Katherine Heigl sempre subindo no meu conceito fazendo essas comédias românticas não muito convencionais (começou com Ligeiramente Grávidos). Ah, e eu lembrei de onde eu tinha implicância com ela! Alguém mais via Roswell? Ok, não. Então, o filme também tem pontinhas de crítica sobre a audiência da televisão, mas só pra conduzir a história, que é bonitinha. Não tem como uma mulher não se apaixonar por um cafajeste legal, tem?

Bastardos Inglórios ★★★★★
(Inglorious Basterds)

Quero ver de novo e quero o Tarantino pra mim. =) Eu sei que eu já tenho um, mas quero o de verdade. Se ele vier com o Brad, acredito que um dia de vida seja suficiente pra mim. Ah, tá.. o filme né? Muito bom! Em todos os sentidos. Não sei nem o que dizer direito… e quando eu não sei o que dizer de um filme, é porque eu gostei MUITO. Os personagens, os diálogos, a história, a montagem, os atores, a trilha sonora. Tudo TÃO Tarantino que só posso repetir: quero ele pra mim. Pode ser? Natal tá chegando, gente! Cadê o clima de solidariedade? O Coronel Hans Landa é INCRÍVEL e vai ter que ganhar um Oscar. Sério, por favor.

Distrito 9 ★★½☆☆
(District 9)

Adoro quando eu vou ver um filme sem saber nada dele. E eu não gosto de ET’s. Aliás, toda vez que eu reafirmo que não curto ficção científica, vem um filme e me dá um tapinha na cara, pra mostrar que não é tão ruim. A história é completamente bizarra (porém crítica e metafórica) e o começo documentário meio The Office é muito engraçado. Aliás, a voz do Sharlto Copley é bem parecida com a do Steve Carrel, e no começo no filme ele é meio babacão. Fora isso, é um filme bem comum de ação e perseguição. O que achei mais incrível foi ver que depois de uma hora e quarenta minutos, lá estava eu torcendo por um bicho que parece um camarão gigante, totalmente escroto. É incrível a humanização que foi criada na relação de Wikus e Christopher. Mas minha mãe me falou que já tinha feito isso em 1985, no filme Inimigo Meu, então… desconsiderem! haha

Cães de Aluguel ★★★½☆
(Reservoir Dogs)

É óbvio que depois de babar no Bastardos Inglórios eu quis ver todos os filmes do Tarantino. Ainda não cheguei no nível de loucura de ver Kill Bill, mas vamos lá. Acho que a introdução do filme é melhor do que ele como um todo. Não achei a história tão legal, mas é legal. Olhando esse filme, que foi o que praticamente lançou Tarantino, e o mais novo dele em cartaz, fica claro o amadurecimento. E ao mesmo tempo, a essência que permanece, banhos de sangue que provocam risadas. Acho que o maior êxito do filme, na época em que foi lançado, foi ter marcado o estilo Tarantino. É muita originalidade, e agora, principalmente depois da “popularização” do Pulp Fiction no meio do pessoal alternativo/cult/publicitário já não surpreende tanto. Ou não ME surpreende. Vale dizer que o Steve Buscemi, só por ser o Steve Buscemi, já é engraçado.

Chinatown ★★★½☆
(Chinatown)

Filme clássico noir com Jack Nicholson. Não tem como ser ruim, né? Mas eu tenho a impressão de que filmes noir sempre deixam a desejar no final… sei lá, nunca me acostumei com o clima realista e injusto que eles terminam, fazendo você ficar pensando “a vida é mesmo uma merda”. Mas é bem legal! E agora só faltam 24 filmes do Polanski pra eu completar a filmografia dele! YAY! ¬¬ Acho que o próximo vai ser O Inquilino.

Página 1 de 1112345678910