Tãã Tã Tããã

18 de March de 2008
Postei exatamente isso ontem no fórum, mas achei que seria interessante postar aqui no meu blog também porque, enfim, *momento BBB* o bRog é meu, a vida é minha e eu faço o que quiser, ok?! hahahaha

Eu amo trilhas sonoras de filmes, mas estou falando das instrumentais e mais lindas de todas! ^____^ Algumas sugestões minhas:


Danny Elfman – Pra quem é fã de Tim Burton, ele não é novidade nenhuma. Fez muitas trilhas dele, acho que a mais linda é de Edward Mãos de Tesoura. Ele também compôs trilhas de outros filmes como Homem Aranha e MIB.

Ennio Morricone – Um clássico do faroeste. Fez aquela manjada trilha do assobio, que está no filme Três Homens em Conflito. Ele também fez a trilha de Cinema Paradiso que é simplesmente linda e chorante.

Nino Rota – Fez a famosíssima trilha de O Poderoso Chefão e algumas várias dos filmes mais famosos do Fellini.

John Williams – Duplinha dos filmes de ação como os clássicos de George Lucas e Steven Spielberg. Fez só as trilhas de Jurassic Park, Star Wars, Prenda-me se for capaz, Harry Potter (dos primeiros), Superman (o primeiraço) e Indiana Jones.

Hans Zimmer – Também tem muitas trilhas famosas no currículo, como Piratas do Caribe, Gladiador, Melhor Impossível, Rain Man, O Rei Leão e O Último Samurai.

Yann Tiersen – Autor das minhas trilhas preferidas, Amélie Poulain e Adeus, Lênin. Sou suspeita pra falar, acho tudo perfeito! *-*

Alan Silvestri – Fez De Volta Para o Futuro (trilogia) e Forrest Gump. Pra mim, não precisa de mais nada! hehe

Thomas Newman – Entre muitos “Academy Award nominations” fez Estrada Para Perdição, Beleza Americana, Perfume de Mulher, Cinderella Man e também a música tema de Six Feet Under, alguém conhece?

Algumas indicações “avulsas”:

– Trilha de Pequena Miss Sunshine, em especial as músicas The Winner Is e Til The End of Time;

– Trilha de Requiem for a dream, em especial Hope Overture e Meltdown, bem inquietantes;

– Trilha sonora do filme Chocolate;

– Trilha de Simplesmente Amor: além das músicas cantadas serem legais, tem a Portuguese Love Theme que é muito fofa.

Falando em filmes, eu vi Ponto de Vista. Eu achei bem legal a parte das versões de cada um, porque eu adoro esse tipo de coisa hehehe E a história é cheia de suspense e ação, não deixando nunca você em um estado monótono. Mas é apenas mais um filme legal e que vai passar na Sessão da Tarde daqui uns anos, nada de grandes coisas!

Beeeijos! ;)

Alpha Dog

3 de February de 2008

Oláá!

Bom, hoje eu adoraria postar aqui que eu finalmente acabei as aulas práticas da auto escola e que ainda estava decidindo se iria fazer o teste na quarta-feira porque não me sinto ainda muito preparada, maaaas… Vocês deviam imaginar que a novela Auto Escola não chegaria ao final tão cedo, né? Então, ontem eu tinha aula marcada para as 6h55 da manhã, era a única pessoa a ter aula ontem e podia ter imaginado que NINGUÉM IA APARECER! Grrr, acordei cedo e fiquei meia hora lá esperando um instrutor que não apareceu nunca, nem de charrete. Ok, eu odeio o Detran, o Detran me odeia. Não fomos feitos um para o outro, não iremos comer o mesmo fio de espaguete, coisa e tal. Mas poxa, já não bastava a minha professora retardada ter cagado? Agora sei lá quando vou poder recuperar a aula, já que estamos no meio do Carnaval, e sei lá quando vou fazer a prova. ¬¬


Passando para algo mais agradável, afinal, sei que tá cheio de guria por aí que adoooora o Justin Timberlake, ontem eu vi Alpha Dog!

Alpha Dog: A história de Jesse James Hollywood que no filme virou Johnny Truelove, um playboyzinho metido a besta e parceirinho de tráfico de drogas de seu pai. Como todo playboyzinho que se acha com a razão pra tudo e tem a proteção do pai, ele resolve pressionar um cliente que tava devendo e enchendo o saco seqüestrando (de brincadeirinha, sabe?) seu irmão mais novo, até quitar a dívida. Acontece que quando as pessoas fazem algo perigoso e sério e encaram isso como “farra”, a merda está pronta pra feder. No filme, o seqüestro (que era mais um bacanal pro sequestrado) começou a tomar proporções inesperadas pro Johnny e seus cúmplices, se encaminhando pra uma história bem trágica e, infelizmente, real. Pra alguns, pode ser um filme vazio, cheio de palavrões e sexo. Pra mim, é a atualização do filme Juventude Transviada, com James Dean, que serve de reflexão pra gente pensar no que está acontecendo hoje, que tipo de pessoas estão nascendo e se formando na sociedade. Jovens sem preocupações, sem responsabilidades, egoístas, e que como o nome original do filme, são rebeldes sem causa. Onde estão os valores? Tanto dos pais quanto dos filhos. Muitos pais que não sabem criar, não estão prontos pra ensinar, não se sentem bem com a vida que levam, se perderam em seus próprios valores. Filhos que querem se divertir às custas de tudo, não têm medo de mais nada, perdem a noção do certo e do errado, nem sei se chegam a ter algum valor na cabeça. O que aconteceu que hoje em dia, só pra dar uma zuadinha, a turma vai ali na parada e espanca uma empregada? Ou então dá pra dar uma seqüestradinha em alguém, depois resolve o que fazer e fica tudo bem. Ou quem sabe até pode resolver as coisas matando alguém, porque, como disse a Fátima Bernardes na Marília Gabriela Entrevista, “a primeira pessoa que você matar vai te dar o que? 4 anos de cadeia?”. É, as coisas tão cada vez piores.. e eu sei que o discurso pelo discurso não leva a nada, mas eu sempre dou a minha opinião sobre os filmes e esse, realmente, me deixou pensando por um tempo além.

Além, porque eu vivo nessa juventude transviada. Já estive em festas com drogas, brigas, vulgaridades, já vi guria de classe média subir o morro, perigoso, pra buscar maconha. Já vi cara bem de grana, estudando em faculdade particular cara, ir pra aula bêbado depois de passar a noite fazendo racha, rindo e lembrando de quantos se machucaram. Eu sei que essas coisas, como no filme, acontecem! É real! E tá muito perto da gente! Tá mais perto de mim do que Cidade de Deus, Tropa de Elite. Dois ex-colegas meus de faculdade foram presos pois “brincaram” de assaltar um Nacional com um guarda-chuva. Até provar que guarda-chuva não é arma e que adolescente bêbado não é bandido, já estava todo mundo no chão, com medo. E aí as coisas correm sozinhas, nem sempre dá pra ter controle sobre a situação. Tudo bem, foi uma coisa boba, mas é assim que começa.

E ahm.. eu tinha pensado em outras coisas pra postar, mas me estendi no assunto sociológico! hehehe

Ah, o Ultimate Awards acabou e eu ganhei prêmitchus! Liririri!

Então, era isso! Voltaremos! Leiam meu post antes desse! Beeeijos! ;)

Página 4 de 41234