Instagram Slider

  • Parece 3D mas  a vista de casa com os
  • Sempre que eu posso eu tiro foto desses dois juntos
  • Muso do vero
  • No caminho pra ver o Amarante no Anfiteatro Del Venda
  • Essa praia  tbt
  • Pr do sol em Cassis
  • 5km de trilha com pedras subidas descidas no calor de
  • O sul da Frana  parecido com a Itlia mas

O que eu aprendi com a PUC

31/07/2009

O que eu aprendi com a PUC

Hoje eu fui fazer o requerimento pra trancar a matrícula de Jornalismo na PUC para o próximo semestre. Pois é, oficialmente, estou deixando de ser uma estudante, de uma vez por todas. Pra quem não lembra ou não sabe, há um ano eu entrei em crise de formada desempregada sem futuro promissor e achei que talvez meu caminho não era seguir pela Publicidade. Como sempre gostei de escrever e fui reconhecida por isso, pensei que Jornalismo seria uma boa opção, tanto pela possibilidade de encontrar uma nova aptidão, quanto poder novamente ir em busca de um bom estágio.

Acontece que as coisas não foram tão bem assim. No primeiro semestre, fiz matérias até legais, porém me decepcionei muito com a estrutura da faculdade. Depois de ter estudado na ESPM, a PUC não era nada. Desde a falta de ar condicionado até as portas do banheiro pintadas de um azul breguíssimo, tudo me incomodava. Fora o ambiente frio e distante, que não fazia eu me sentir bem-vinda. PUC, definitivamente, você não é uma boa anfitriã.

Ter pego o bonde andando também não ajudou. Na primeira aula de redação, tive que procurar o que era lead e cartola no Google, senão não ia conseguir terminar a primeira matéria. Paguei alguns micos básicos por ser uma alma perdida. Fui pra aula com a turma errada, perdi uma moeda de 25 centavos na passarela do ônibus e não tinha mais como voltar pra casa, tive um ataque de pânico e me agarrei num guri que era bixo de Direito, e ainda mandei e-mail pro professor dizendo que minhas expectativas pra aula dele eram zero.

Tudo teria sido um pé no saco, mas apesar de tudo esse um ano me ensinou muita coisa. Tive que ir atrás de um monte de coisas por minha conta e talvez tenha aprendido bastante a deixar a timidez de lado e simplesmente perguntar, bancando a boba-espontânea. Às vezes é preciso, e já que ninguém me conhecia mesmo, tava cagando e andando. Além disso, aprendi a pegar ônibus. *Aqui fica um espaço para vocês rirem, se surpreenderem e reagirem ao meu estado de superproteção durante toda a infância e adolescência.* Nunca tinha pego ônibus sozinha, e achei bem interessante. Descobri que no mundo ainda existem pessoas legais, e elas seguram suas coisas quando você não consegue lugar pra sentar. Descobri também que muitos desodorantes vencem rápido, mas não consegui adivinhar as marcas. Também descobri que muitas pessoas vão ficar surdas antes dos 30 anos, pelo volume do mp3 player. E que talvez as pessoas que sentam ao lado delas também.

Fora isso, aprendi que dois professores dando a mesma aula são pra equivaler a um bom. Aprendi também que se eu não usasse all star em cerca de um ano, ia continuar sozinha nos intervalos. Aprendi que existem meninas muito legais que também estavam meio perdidas lá na PUC, e que jornalistas geralmente tem bom gosto musical. E, principalmente, aprendi que não importa o que aconteça, toda a faculdade que eu entrar vai perder o diploma uns meses depois.

Hoje eu sou gente que faz, sou devota de Padre Herson Capri, sou muito mais eu mesma sem vergonha e sou de novo desempregada que dorme até as 14h, mas assim… tô sentindo cheiro de futuro promissor por aí, hein? Veremos.

Bye, bye, PUC.

Ps: aos paraquedistas que aterrizaram neste blog agora, eu sou formada há dois anos em Publicidade e Propaganda pela ESPM e fazia Jornalismo como segunda faculdade.

Compartilhar:
Post Anterior Próximo Post

Poderá gostar também:

15 Comentários

  • Vy

    É, a educação nesse país padece, tadinha, assim o Brasil nunca vai andar pra frente. Você viu que Sarney contratou jornalistas recem formados para escrever bem dele pelo twitter e blogs da vida? É, manipular pensamento público é para poucos… Vigaristas.

    Mas enfim, tomara que dê tudo certo pra você de agora em diante! Vá brilhar em Hollywood =P

    Bjos

    31/07/2009 at 13:19 Reply
  • Cih

    Tá difícil viu!?
    Eu sinto frio na barriga quando sinto isso e um alívio em saber que eu não sou a única.

    Eu sou a favor de parar e pensar quando as coisas não vão indo como a gente pensava. Literalmente parar.
    Eu acho que fez bem…
    Kiss

    31/07/2009 at 13:32 Reply
  • Tiranossauro Rex

    Eu tbm to sentindo o futuro promissor hein! I smell money!
    E Cuidado hein “Descobri também que muitos desodorantes vencem rápido, mas não consegui adivinhar as marcas.” Contanto que nao seja o teu ahaha

    31/07/2009 at 14:11 Reply
  • Deborah

    Também tô super tentada a trancar a minha faculdade de jornalismo! Difícil, tô pensando mil e uma vezes antes para não me arrepender depois, mas sei lá… :T

    Tô torcendo por esse futuro promissor, viu? :D

    PS: Sobre o ônibus, eu posso dizer que sua dor é minha dor! Também fui aprender a pegar ônibus ano passado, quando entrei na faculdade! Hehehe.

    31/07/2009 at 14:19 Reply
  • Natie

    De fato, eu me encontrei neste post. Também estou “perdida” na faculdade, com alguns agravantes, enfim…

    hahah

    Adorei a parte do onibus!! hahaha Eu tb começei a andar de onibus pra ir pra facul, e minhas experiencias foram parecidas… xD

    Beijobeijobeijo

    31/07/2009 at 16:15 Reply
  • mix

    COMASSIM nunca pegou ônibus? Ônibus é uma maravilha! Se não fosse pela espera, seria mais legal ainda.

    Esse negócio de faculdade deve viciar. Eu queria poder fazer um monte @.@’

    31/07/2009 at 19:03 Reply
  • Mel

    Oi! N eh por nd nao, mas eu tenho a msm in tenção q vc tinha, de cursar jornalismo exatamente por esses motivos. Mas com um porém, eu gostaria de fzer isso no exterior e exercer lá. Como uma dica, pq vc n procura um curso no exterior para estudar? Fazer novos amigos fora da sua zona de conforto e numa língua diferente, poderia ser uma boa. Nada está perdido! ^^

    31/07/2009 at 22:38 Reply
  • Tati

    Aff, Bru, você, publicitária está reclamando que não sabe o que é lead? E eu?? Estudante de jornalismo, terceiro semestre, nunca fui ENSINADA sobre isso. Só chega uma professora falando “olha quero uma suíte de vinte linhas sobre tal coisa…” suíte wtf?? Sério, universitários têm que ser autodidatas, é foda, Google é meu pastor e nada me faltará ahuahuahua sério xD
    Fico triste por você não estar empregada, acho você talentosa e criativa, tanto pelos seus posts quanto pelos seus vídeos. E falando nisso, boto fé que seus vídeos são uma forma de mostrar seu trabalho, então não esqueça de acrescentar os links deles no seu currículo, viu? ;D
    No mais… bem, minhas aulas começam em 2 semanas, ai tristeza. Bom domingo, Bru! Beijos!

    01/08/2009 at 19:33 Reply
  • “Também descobri que muitas pessoas vão ficar surdas antes dos 30 anos, pelo volume do mp3 player. E que talvez as pessoas que sentam ao lado delas também.”
    Oi, essa sou eu! hahahaha
    Não andava de ônibus? Minha vida não seria nada sem o transporte coletivo de Curitiba! hahaha Só ando de ônibus! Sério, ser pobre é uma merda huauhauhauhauhauhuh
    Beijos!

    02/08/2009 at 16:17 Reply
  • Millena

    É nessas horas que observamos que muitas faculdades só possuem nomes, em certos quesitos. Espero e desejo que você tenha muito sucesso na sua vida de publicidade! Basta correr que conseguimos ^^
    Boa sorte!

    Beijos

    02/08/2009 at 16:20 Reply
  • Gil

    Não andava de ônibus? FRESCA!

    E a PUC, não importa o estado, sempre será uma faculdade com gente fresquinha e metida a besta.

    02/08/2009 at 23:19 Reply
  • Thais

    eie! eu estudo na puc de belo horizonte (puc minas) e realmente aqui tambem tem esse clima distante e banheiros bregas (pelo menos aqui as portas são pintadas de branco, mas o banheiro NÃO TEM TRANCA!!!!!!!!). um ponto que a puc realmente é boa é em ajudar a gente a correr atrás de informação, como vc disse, pois eles não dão muitas pistas pra achar as coisas. sobre essa coisa de usar all star pra nao ficar sozinha, no meu curso tem algo do tipo, mas são notebooks. sem um notebook, ninguem te olha, vc vira um anti social. triste, nao?
    beijos

    03/08/2009 at 07:12 Reply
  • Endry ♥

    Bah, meu namorado estuda na PUC, faz história. Ele até gosta de lá, mas no curso dele até que não rola tanto problema com diferenças sociais ou de grupo, pois a maioria dos bem “apessoados” não vão às aulas! hahaha
    Sorte pra você e nem se preocupe, você tem um grande caminho pela frente, pois é bastante criativa, quesito muito importante no mundo de hoje.

    beeijos :**

    03/08/2009 at 10:09 Reply
  • Dafne

    Somos duas então!
    HUahUAhUAhUAhuHAUhUAHuhUAHUAHA…

    Não larguei o Jornalismo, mas sou formada em Publicidade, fiquei anos desempregada e agora consegui um empreguinho de chorar que já estou há 8 mêses! Não sei se aguento mais…

    Amo essa vida de desempregada! #Prontofalei!

    04/08/2009 at 15:26 Reply
  • Bruberries » Arquivos » Retrospectiva 2009, desejos 2010

    […] comparar meu estado de alegria diante da Perestroika com meu deslocamento no jornalismo da PUCRS, resolvi que já bastava. A segunda faculdade foi uma ponte para aos poucos voltar para ambientes sociais. Me deu um […]

    31/12/2009 at 12:28 Reply
  • Deixe um comentário