Eu não sei plagiar

17 de March de 2009

Eu juro que me esforço, mas não consigo. Tem dias que posso ficar horas na frente de uma folha do Word, um documento do Photoshop ou meu bloquinho promocional da firma do meu pai, mas meus dedos não conseguem digitar, meus botões do Photoshop parecem estar em japonês e minhas mãos não sabem mais escrever. Abro o guarda-roupa, não sei mais o que vestir, não gosto mais de nada que eu tenho, não sei mais nem porquê eu o abri. Olho pro meu quarto e concluo que tenho um péssimo senso de combinação, e, pior ainda, de personalidade! Meu relógio do Garfield não combina muito com meus títulos de livros empilhados na prateleira, e muito menos com a estátua de madeira de gato indonésio ao lado da porta.

E aí então que me proponho à única solução que encontro: plagiar pra conseguir uma uniformidade. Abro o Google, leio blogs, ligo a TV, folheio revistas, observo as pessoas na rua. Procuro idéias, pensamentos, frases, imagens que materializem diretamente os conceitos que meu cérebro sabe que quer, mas não consegue falar. Pensando bem, acho que a vida toda eu fiz isso. Anotei mentalmente estilos que eu queria ter, escolhi com que letra caprichosa gostaria que a minha parecesse, treinei meus jeitos de falar. Mas tudo foi… em vão. Acabava sempre pegando um modelo e na hora de copiar, saía do meu jeito mesmo. E de tanto tentar ser alguém, virei eu mesma.

Não sou 100% original, sei que não. Mas também nunca consegui ser cópia de ninguém.

Comente!
  1. Raphaella 17/03/2009 às 06:48

    Você acha que isso não é originalidade ? O fato de vc ser observadora, buscar conhecer, ficar antenada em tudo à sua volta, e depois de tudo isso apenas selecionar o que te agrada e fazer um mix disso na sua vida, é o que faz de você VOCÊ ! Isso não é desvantagem alguma, muito pelo contrário, te deixa alheia à panelas e forma um estilo só seu. Acho isso o máximo, porque isso sim é ser você mesma !

    :*

  2. Manuela 17/03/2009 às 07:36

    Simmm, vc não precisa d nda disso pq vc é GENIA, bruna! ahuahuahha
    Mas então, às vezes abte isso em mim tb, aliás, acho q bate em todo mundo que trabalha com criatividade! Às vezes não rola NADA pra escrever, as idéias parecem sme graça demais, ou então vc pensa em algo e acha genial, aí tah navegando pela net e descobre q jah fizeram a mesma coisa ANTES D VC ¬¬ aí eh foda! Mas eu tb faço mto isso, fico catando idéias em blogs, nem q seja só uma frasezinha pra me inspirar a fazer algo totalmente diferente. Mas NUNCA rola! hauahuhauha é impressionante, aliás eu tb não consigo chegar e postar uma notícia dos outros no meu proprio blog…tipo ficar divulgando noticia alheia, não sou fã disso…gosto d postar o que eu escrevo…
    Mas é claro que existem exceções, e o seu post do desabafo foi uma delas, eeeeeeeu não resisti! AHuhaUHauhAUhauhA
    Afinal quem mais teria uma idéia tão GENIA? ahuahuahah
    beijo brunitah!

  3. lilah 17/03/2009 às 07:39

    texto mto bom! adorei !

  4. Jéssica 17/03/2009 às 09:14

    Não és original?!
    Ah tá, pensei que fosse…
    uahsuiahduahuaisd
    Arrasou no texto, amei como sempre!
    E confesso que também acabo sendo assim… de tanto buscar inspiração nos outros, no final acaba sempre ficando mais minha cara doque a cara deles…
    :D
    Ôh vida…

    beijoos :*

  5. Ane Caroline 17/03/2009 às 10:16

    Oi Bruna, sabe que às vezes tb me sinto assim?… Amei o post…
    Bjs.

  6. Fernanda Fusco 17/03/2009 às 11:55

    Olá, Bruna!
    Isso é normal, moça.. Já passei muito por isso! Geralmente a gente faz isso para tentar se encontrar, e no final acabamos nos encontrando.. A cópia faz parte do aprendizado de todo ser humano – caso contrário não aprenderíamos a falar, a andar, etc. Com o tempo a gente vai aprendendo a desenvolver a nossa própria opinião – que acredito ser, nada mais nada menos, o reflexo ou a junção de muitas outras.

  7. Amanda 17/03/2009 às 12:36

    As vezes que eu já tentei isso não estão no gibi, Bru. No mais, acredito que peguei o melhor de cada coisinha que eu queria ser e simplesmente aderi de uma forma que eu não precisasse mudar completamente.
    Claro que acaba dando conflito de humor e de personalidade, sei lá. Mas… enfim.
    Antes de eu começar a desenhar por conta própria, eu copiava muito. Agora eu pego um pouquinho do estilo do artista de que eu gosto e adapto.
    Acho que é assim que funciona.

  8. *Lusinha* 17/03/2009 às 13:26

    Muito legal o texto Bru.
    Bjitos!

  9. Eloisa 17/03/2009 às 15:59

    Textomuito bom, pena que nem todas as pessoas são assim né? No mundo blogueiro mesmo, o que se vê de plágio…kkkkkkk

    Bjsss

  10. Ariane 17/03/2009 às 18:38

    Amei o post….mto original! Bjão.

  11. ana 17/03/2009 às 19:25

    Eu te acho super orginial, sabia? Só vendo o layout, algumas palavras dá pra perceber fácil que você tem uma criatividade master! :D

  12. Lecticia 17/03/2009 às 23:00

    É o famoso ‘nada se cria, nada se copia, tudo se transforma’

  13. Carolina 18/03/2009 às 14:21

    Acho que todo mundo é assim, vai pegando uma coisinha aqui e outra ali, sempre de outras pessoas que servem como modelos e pronto, está feito o nosso estilo próprio. Nada é inventado. Mas relaxe, copiar de uma so pessoa é que é plagio, se for de varias é apenas uma pesquisa.
    bjos =***

  14. Luciane 18/03/2009 às 19:02

    Olá flor, axei mt fofo seu texto…parabéns…afinal o que há de melhor do que ser você mesma apesar dos pesares néh?

    Bjkas

  15. Lud 18/03/2009 às 20:23

    bruuna, se superando cara.
    ficou ÓTIMO o texto, sem tirar nem por.
    :*

  16. André 18/03/2009 às 21:04

    Eu acho que o que vale é saber absorver as coisas e pegar o que eh bom, e jogar fora o q não serve. Acho que cada um é um tipo de máquina recicladora… Mas acho que mais importante que absorver (ou nao) as coisas, é a meneira com que você encaixa elas no teu jeito de ser e pensar..
    Enfim, fiz uma baita confusão… ehehe

  17. Laies 18/03/2009 às 21:11

    Hey, Bruna, quanto tempo? :D
    Então, acho que vi muito de mim nisso tudo agora. Lembrei das vezes que tentei seguir um tutorial – de photoshop – a risca, sem sair da linha por um momento, eu sempre tinha o meu jeito mais pratico de fazer. Acho meu ”A Garota Americana” totalmente perdido ao lado d’ “A menina que roubava livros”… Mas, fazer o que se ‘somos’ essa mistura de coisas?!
    Então, é isso, beijão :*

  18. 19/03/2009 às 00:03

    Oi Bru..vim avisar que te indiquei um meme lá no blog!

    Beijos

  19. Robbie Jacks 19/03/2009 às 20:18

    É… inspiração é diferente de plágio descarado. Não há ninguém 100% original, você mesmo já percebeu. Beijo!

  20. Nicas 20/03/2009 às 08:22

    Se escrevo um post que lembra algum outro que já li fico com um peso enooorme, mesmo sabendo que nunca foi a intenção copiar. Pra outras pessoas isso não faz diferença nenhuma. u.U”

  21. Mari 20/03/2009 às 15:32

    ah…
    eu já tentei plagiar, mas não dá certo…
    nem falar de assuntos muito falados, tbm não dá certo.
    fica aquela coisa.. “nas se já falaram tudo que tinha pra falar sobre isso em um monte de lugares, pra que eu vou falar mais?”

    só que encontrar assuntos diferentes, é tão difícil às vezes =(
    vc tbm não sofre com falta de idéia repentina?

    mas vc é uma das blogueiras mais “únicas” que eu conheço!!
    até agora rio lembrando do sr. bolinha dando o conféris nas cartas dos fãs o.o’

    ..esse post ficou tão diferente, meio filosófico, auto-contemplativo.. hihi

    /aah e aqueles sugar shoes, vc lembra deles? acabei encontrando um, comprei, e blah. gostei ^^

    bjs!

  22. Deborah 20/03/2009 às 17:06

    Texto ótimo, Bru, e bem original!
    Adorei, as always!
    :)

    PS: Só posta textos ‘estilo tudo de blog’ agora, é? Heuahueahue

  23. Heloisa Moraes 24/03/2009 às 08:41

    Nossa, ahazou! Amei seu texto!!! Vc conseguiu resumir o que eu sinto – e quanto mais o tempo passa, concluo que todo mundo sente.

    um beijo!

  24. […] TOP 8: Eu não sei plagiar O meu mais sincero processo de criação. […]

  25. Tima 27/10/2015 às 07:32

    Evoeyrne would benefit from reading this post