Aprendendo a gastar

3 de Maio de 2009

Chamem do que quiser, eu acredito que tenho um dom. Quem me conhece sabe o meu poder de economizar dinheiro, comprar coisas ótimas em balaios e revirar lojas de 1,99. Fiz verdadeiros milagres enquanto vivi durante 20 anos sem mesada, fazendo render o dinheiro do aniversário até o Natal, e o do Natal até meu aniversário. Treinei meu cérebro a só se interessar por algo que fosse realmente impossível de viver sem, ou pelo menos custasse menos de 50 reais. Mas como eu disse, isso aconteceu até meus 20 anos. Foi começar a ganhar o que a maioria dos adultos chamam de salário que um novo mundo de futilidades se abriu pra mim. Eu me senti milionária tendo 300 reais, e constatei que deveria aprender não a investir, mas sim torrar dinheiro, aquilo que não fiz a vida toda. Meu cérebro virou independente do meu espírito, e se assumiu um grande fã consumidor de sapatos. Minhas bolsas deixaram de ser egoístas e pediram por novas irmãs no armário. Minhas unhas criaram personalidade e toda sexta-feira elas me imploram para serem levadas no salão e ganharem uma corzinha. E assim todos os elementos do meu guarda-roupa se rebelaram por uma Bruna mais gastadeira e menos mão de vaca. Não, jamais serei uma Becky Bloom. Apesar da nova loucura consumista que invadiu minha vida, já me fazendo comprar sapato dois números menor só para tê-los e blusas que mofam no armário por ter pena de usá-las, eu ainda dou muito valor ao meu dinheiro. O segredo? Separo meu salário: metade para a intocada poupança, metade para ser feliz.

O bom de ser famosa é…

15 de Abril de 2009

Ganhar presentes. Pena que não sou famosa. Mas ganho presentes! O Boticário mandou um kit lindinho para todas as blogueiras colaboradoras do Tudo de Blog da Capricho! Foi meu primeiro presente de Páscoa, pois chegou aqui em casa no sábado de manhã! ^^


Pra ver o que tem dentro…


Boticário para anões: mini lápis, mini gel secante e mini gloss

E aí domingo terminou o feriado e eu posso dizer que passei a Páscoa inteira sem comer UM chocolatinho. É, porque minha mãe ainda esconde o meu “ninho” (leia-se coelhinho verde que serve como saquinho desde quando eu tinha uns 10 anos) e me faz procurar. Claro que eu não me presto a esse papel e prefiro levantar o nariz, fazer pose de esnobe e passar fome. Levando em conta também que às vezes em que tive algumas recaídas e me sujeitei a tal função eu simplesmente não achei meu coelho. Mas isso não vem ao caso. Meu namorado chegou de viagem e trouxe um ovo diet acompanhado de bombons da Cacau Show, gentilmente cedido pela sogra. Os bombons são muuuuito bons e o ovo ainda não comi, mas acredito no potencial dele.

Achei o ninho na terça-feira. E a coisa mais feliz do ano foi eu ter comido merenguinhos diet que vieram numa das pernas do meu coelho. Eu adoro merengue e acredito que comer um cura até gripe. Também ganhei vários chocolatinhos Diatt (que não comentei no post da Páscoa Diet, mas são meus preferidos para o dia-a-dia). Muito bom!


Foto meramente ilustrativa, já que o pote de merenguinhos, os bombons da Cacau Show e algumas barras de chocolate Diatt não se encontram mais no local

E vocês, como foram de Páscoa? Beijos!

As unhas de março fechando o verão

8 de Abril de 2009

Bom, acho que é de extrema importância que vocês conheçam mais sobre esses dedinhos que vos escreve. E, para começar essa apresentação, nada melhor do que falar sobre as minhas unhas. Ok, mentira. Só quero me exibir com meus esmaltes! ^^

Ano passado eu contei aqui que minha meta era começar a investir em mim. Uma coisa meio vamos nos dedicar à futilidade enquanto não temos contas a pagar. Essa é a filosofia de vida do momento. Então eu fui pra praia e essa ideia ficou em hiatus, porque não dá pra fazer as unhas e no outro dia sujar elas fazendo o seu castelinho de areia. Mas a partir do momento que eu cheguei em Poa, ela ressuscitou! Vamos aos fatos!

06.03.2009 – Havana (Risqué)
A capital de Cuba é linda, mas o esmalte é mais. Tá, nem é, mas não poderia perder a piada. Com o objetivo de inovar, minha manicure sugeriu essa cor. É um vermelho bem aberto, para você não se perder na neve, no escuro ou em qualquer outro lugar que precise de um sinalizador. Vermelho agora é mato pela rua, mas eu nunca tinha usado um assim até porque unha vermelha pra mim era coisa de puta. Vivendo e acabando com os preconceitos, né?

17.03.2009 – Obsessão (Risqué)
Adoro roxo e acho que até agora foi o esmalte com mais personalidade. Já li em outros blogs pessoas criticando, dizendo que descasca muito rápido, que faz bolinhas, que não sei mais o que. Sinceramente? Fiquei 8 dias com ele numa boa e todo mundo elogiou a cor, que é super diferente.

25.03.2009 – Canoa (Impala)
Simplesmente é o vermelho do Corel. Aquela coisa que parece rosa, parece vermelho, mas não é nenhum dos dois. Achei diferente. Minha vó disse que antigamente era o tipo de “vermelho oriental”. Não sei direito o que isso quer dizer, mas achei uma boa definição.

04.04.2009 – Marinho (Colorama)
Marinho da coleção Verniz & Cor da Colorama. Ele não é cintilante nem metálico, mas no sol fica mega brilhoso. Escolhi essa cor porque uso praticamente só jeans, mas não foi a que mais gostei. Achei ele meio sóbrio demais, apesar de também ser uma cor diferente.

E eu não sou louca, mas eu tô fazendo uma tabela no Excel com as datas e as cores de esmalte que eu uso. Porque organização é tudo na vida hahaha

Me indiquem cores pra pintar semana que vem! :mrgreen:

Dicionário da TPM

25 de Maro de 2009

Acho que talvez 99,9% dos homens não entendem, e pelo menos 99,9% não se conformam, mas ela existe. A TPM. O processo todo, na verdade, é bem simples: enquanto uma parte do nosso corpo se autodestrói e tenta expelir seus restos mortais nos momentos mais impróprios do nosso dia, algumas das palavras mais banais do nosso cotidiano adquirem novos significados na nossa mente desequilibrada.

Por exemplo, o seu chefe não é mais apenas alguém com um poder superior ao seu dentro de uma empresa. Não, ele é o capeta em forma de empresário que, acima de tudo, só pensa em ferrar com a vida de todo mundo, inclusive a sua. Não satisfeito, justo no dia em que seu útero resolveu virar sádico, ele humilha você na frente de todas as suas colegas. Colegas estas que deixam o posto de pessoas que fazem parte da mesma coorporação que você e imediatamente assumem o de bando de vacas que tem o cabelo e a bunda muito melhores do que a sua e adorariam roubar o seu namorado. É verdade, pode procurar no dicionário da TPM. O namorado, por sua vez, se transforma num cara mega insensível que acha que consegue agradar uma mulher apenas presenteando-a com flores, chocolates e uma réles declaração numa faixa de avião. Nos poupe. Aí você vai dormir concluindo que o mundo, aquilo que antes era considerado o conjunto de espaço, corpos e seres que a vista humana pode abranger, definitivamente significa um lugar sujo e injusto que nunca vai entender e valorizar a pessoa que você é. A vida acabou.

No outro dia, depois de ter cuspido na cara do seu chefe, saído no tapa com duas loiras oxigenadas do trabalho e ameaçado mais de 27 vezes terminar o namoro, você acorda e pensa: “Nossa, como eu tava chatinha ontem! Que boba!” e vive tranquilamente por mais 28 dias como se nada, nunca, tivesse acontecido.

Show das Cartas II

20 de Maro de 2009

Bom, como esperado, na primeira semana de março eu voltei pra Porto Alegre e, mais uma vez, foi aquele caos de cartas aqui em casa. Como estive fora durante muito tempo, vocês podem imaginar. Cartas até o final da rua. Então, como todos já sabem, temos aquela seleção por sorteio do meu assistente, o Sr. Bolinha. Esse mês ele sorteou a minha queridinha Ariane e a Sacks. Pois é gente, eu juro que tentei explicar pra ele que a Sacks não era um leitor ou fã meu, mas quem disse algum dia que bichos de pelúcia escutam estava drogadaço.

A Ariane me mandou vários presentinhos fofos. Um bloquinho, uma caneta e adesivos, que eu adoro. Me senti super querida com tudo isso! E ela ainda me disse uma coisa que amei: pra ela, meus posts poderiam ser traduzidos pela palavra bittersweet (a mistura do doce e do amargo). Muito legal!

Já a Sacks (e seu irresistível frete grátis) me mandou o rímel Telescopic da L’Oreal que eu já tinha lido em meio mundo de Flicks. O resultado, como falam, é muito bom.

O aplicador de silicone funcionou comigo e não empelota. Meus cílios já são grandes, ou seja, com o Telescopic então eu viro praticamente um traveco – Ronaldo pegael.

E fiquem ligados, o próximo sorteado pode ser VOCÊ! *aponta pra tela e faz cara de maníaco feliz*

Pã pã pã pãrã… essa é a vinheta do meu programa, o Bruby Show, ok?

Página 2 de 6123456